NTSB vai desmontar Boeing 747 que sofreu explosão durante um voo

O NTSB vai desmontar um Boeing 747 que protagonizou em 1996 um acidente bastante complicado, e que demorou quatro anos para ser solucionado pelos investigadores.

Na ocasião um Boeing 747-100 da clássica Trans World Airlines (TWA), de matrícula N93119, sofreu uma descompressão explosiva, momentos após a decolagem, levando ao falecimento de 230 pessoas.

Logo após o acidente o NTSB, órgão de segurança de transportes dos EUA, em colaboração com a FAA, retirou as partes da fuselagem do fundo do mar, e remontou em um grande hangar. A missão era descobrir as causas da explosão do avião logo após a decolagem.

TWA Boeing 747

Foram 25 anos dessa fuselagem montada em um hangar em Calverton, Nova York. Durante esse tempo os investigadores se dedicaram a descobrir as causas do acidente. E conseguiram, o motivo foi uma explosão resultante da ignição da “mistura combustível/ar inflamável” no tanque de combustível da asa central.

A fonte de ignição provavelmente foi um curto-circuito fora do tanque, que “permitiu a entrada de voltagem excessiva através da fiação elétrica associada ao sistema de indicação da quantidade de combustível”.

Por anos cogitou o abate a partir de um míssil, ou atentado terrorista. A investigação firme esclareceu vários pontos do ocorrido com o voo 800, de Nova York a Paris.

Esse acidente resultou em algumas modificações nas aeronaves Boeing 747 produzidas até então, bem como em procedimentos para evitar uma mistura inflamável entre ar e combustível no tanque.

Apesar de levar 4 anos para concluir a investigação, o NTSB continuou com a fuselagem montada no lugar, utilizando a mesma para treinar a sua equipe de investigadores.

 

Mudança nos planos

No entanto, o NTSB agora vai mudar o seu estilo de treinamento. De acordo com o órgão, os novos funcionários serão treinados utilizando tecnologias atuais, com análise 3D e funções digitais.

TWA Boeing 747

Desta forma, nenhuma fuselagem reconstruída será utilizada para treinamentos e análises. Ao mesmo tempo, o NTSB aproveitará para mudar, visto que o contrato de arrendamento do hangar está próximo do vencimento.

Vale ressaltar que o NTSB fez um acordo com a família dos falecidos para utilizar o Boeing 747 somente para treinamento. Deste modo, o avião será inteiramente descartado e seu metal, reciclado.

 

O post NTSB vai desmontar Boeing 747 que sofreu explosão durante um voo apareceu primeiro em AEROFLAP.