Boeing 777 ‘Orange Pride’ da KLM retorna para a malha da empresa

Quase um mês e meio sem voar, o Boeing 777-300ER da KLM que leva a pintura ‘Orange Pride’ retornou para a frota da empresa holandesa. O avião ficou sem voar desde o dia 31 de dezembro quando teve problemas em um dos motores durante um voo cargueiro de Shangai para Amsterdã. 

A tripulação decidiu desligar o motor 1 do Boeing 777 diante do cenário grave com problemas no motor. Devido a gravidade dos problemas, o Boeing 777 precisou de um novo motor, entretanto devido as restrições de viagens a equipe da KLM não pode levar o motor novo naquela ocasião.

O motor conseguiu chegar a Pequim no dia 11 de janeiro, entretanto mais um problema aparecia para a KLM. As regras para entrada no país, exigiam a quarentena de pelo menos 10 dias, com isso a empresa teve de contratar uma equipe local para dar inicio aos trabalhos de manutenção e instalação do novo motor.

Cerca de 2 semanas depois, a aeronave estava pronta para retornar ao serviço e no dia 8 fevereiro foi programado o voo de retorno a KLM. Porém, mais um problema dessa vez no motor direito, fizeram com que o avião precisasse passar por uma revisão de última hora no motor.

Cerca de 1 semana depois, todos os problemas foram resolvidos e uma nova tripulação da KLM chegava a China para levar o ‘Orange Pride’ de volta. Ao todo a aeronave ficou 52 dias em solo chinês realizando manutenções nos motores.

Hoje 15 de fevereiro, o PH-BVA voltou para Amsterdã no voo KL898, pousando às 05h59(hora local) na Holanda. 

O post Boeing 777 ‘Orange Pride’ da KLM retorna para a malha da empresa apareceu primeiro em AEROFLAP.