Problemas nos motores na frota de caças furtivos força equipe “F-35A Demo Team” a reduzir apresentações para este ano

A equipe de demonstração do F-35A Lightining II vai reduzir suas apresentações de 2021 de 22 para apenas oito demonstrações. O motivo dessa redução são os problemas recorrentes no motor do caça de 5º geração da USAF.

“Os motores dos F-35s modelo A têm funcionado” quentes “ou perto dos limites de seu projeto, e esse calor causou rachaduras prematuras, ou delaminação, dos revestimentos das lâminas da turbina”, informou a Bloomberg em 10 de fevereiro 2021. “É necessário que os motores sejam removidos ou reparados antes do previsto, agravando um sistema de depósito já acumulado. As rachaduras no revestimento não são um problema de segurança de voo, mas reduzem a vida útil do motor, disse um oficial de defesa. ”

O caça F-35 vem apresentando uma série de problemas fazendo com que as forças armadas dos EUA e de outros países, bem como a fabricante Lockheed Martin corram para solucioná-los, contudo, não está fácil essas soluções.

Parte da equipe solo do F-35 Demo Team, acima o Capitão Andrew no rasante com seu F-35A (U.S. Air Force foto by Senior Airman Alexander Cook)

O site Airshowstuff divulgou que alguns airshows deste ano já estão substituindo a equipe F-35A demo Flight pela equipe do F-16 Viper demo. 

Além da equipe do F-35A, existe ainda a já citada F-16 Viper, a do F-22 Raptor demo team e a do A-10C Thunderbolt II.

O post Problemas nos motores na frota de caças furtivos força equipe “F-35A Demo Team” a reduzir apresentações para este ano apareceu primeiro em AEROFLAP.