Emirates quer desistir de algumas encomendas do 777X

A Boeing pode estar enfrentando mais um grande desafio para o seu mais novo avião, o Boeing 777X. A sua maior cliente para o modelo, a Emirates pode estar querendo trocar suas encomendas para outra aeronave Boeing.

Com a nova especulação, a Emirates iria mover até 45 pedidos para o 777X e acrescentar a carteira de pedidos para o Boeing 787. Segundo relata o Bloomberg uma pessoa disse ao jornal que a Emirates estaria buscando essa mudança, a alteração no pedido pode variar entre 30 e 45 aeronaves.

Esta é a segunda vez que a Emirates está envolvida com uma possível mudança na sua carteira de pedidos na fabricante americana. Atualmente a companhia aérea com sede em Dubai, tem 150 encomendas para o Boeing 777X, tornando-a a maior cliente do modelo e possivelmente a empresa lançadora. 

O grande pedido foi feito em 2013 no valor de US$ 76 bilhões, na cotação da época. A Emirates chegou a reduzir o pedido de 777X em 2019, quando optou por 30 aeronaves Boeing 787-9. 

A Boeing tem tido problemas com relação ao Boeing 777X, a aeronave sofreu um grande atraso devido aos motores. Apenas em janeiro de 2020 realizou seu primeiro voo, no ano que teria de se iniciar as entregas. Agora com os últimos relatórios divulgados pela Boeing, a primeira aeronave será entregue em 2023 e não 2022 anteriormente previsto.

Mesmo com a redução, a Emirates continua sendo a maior cliente do carro-chefe da Boeing, seguida pela Qatar Airways com aproximadamente 60 pedidos. 

O post Emirates quer desistir de algumas encomendas do 777X apareceu primeiro em AEROFLAP.