Após problemas de manutenção, PSA volta a operar com o CRJ

Após cumprir uma inspeção obrigatória exigida pela FAA (Federal Aviation Administration), a PSA Airlines disse que voltou a operar com os aviões CRJ através da American Eagle, marca regional da American Airlines.

No final da última semana a PSA Airlines retirou temporariamente a maior parte de suas aeronaves de serviço para concluir uma inspeção necessária na porta do trem de pouso, para evitar que alguma aeronave pousasse sem o trem de pouso.

“A PSA Airlines retomou as operações regulares após a retirada temporária de serviço de sua aeronave”, disse a American Airines. “Todas as inspeções de aeronaves foram concluídas e todas as aeronaves estão prontas para a operação”.

Bombardier American Airlines PSA EUA
Foto: AirlinesFleet

A PSA levou um total de 24 horas para concluir a inspeção em 129 aviões da sua frota, um ato marcante para o setor aeronáutico. Anteriormente estava previsto um impacto maior na frota da companhia, com muitos cancelamentos e atrasos de voos, algo que não ocorreu com muita intensidade.

Na ocasião, uma diretriz de aeronavegabilidade da FAA exigiu verificações em três das porcas e parafusos da aeronave nas portas do trem de pouso dianteiro “que precisam ser reapertados”.

A PSA tem cerca de 129 aviões da série CRJ, incluindo 60 do modelo CRJ700 e 69 CRJ900.

 

O post Após problemas de manutenção, PSA volta a operar com o CRJ apareceu primeiro em AEROFLAP.