Empresa busca investimentos para construir segundo Antonov AN-225

A empresa estatal de fabricação de armas na Ucrânia, está a procura de investimentos estrangeiros para concluir a construção da maior aeronave do mundo. O Antonov 225 possui uma imensa importância para o mercado de transporte de cargas, pois nele é feito transporte de grandes quantidades e meios de transporte como trens. 

Nenhum outro avião no mundo é capaz de transportar o que o Antonov 225 transporta de uma só vez. Nos. Um ‘esqueleto’ do gigante dos ares está pronto há bastante tempo, porém sem todos os outros componentes por falta de investimento. 

Originalmente o Antonov foi criado para realizar um transporte especial do ônibus espacial Buran. Como o projeto não foi a frente, o AN-225 foi designado para fazer o transporte de grandes quantidades de cargas pelo mundo, durante a pandemia de Covid-19 ele foi essencial por levar muitos suprimentos ao mesmo tempo. 

Segundo relatos, há um representante da organização UkrOboronProm que irá visitar alguns países em busca de fechar acordos para a continuação do AN-225.

Antonov 225
Foto: UNIAN

“No início de fevereiro, vamos visitar uma das maiores exposições de armas em Bangalore, na Índia, oferecendo sugestões … sobre cooperação na fabricação de aeronaves, aviônica e projetos conjuntos”. Afirma o Diretor Yuriy Husyev. 

Detentor de 250 recordes mundiais, o Antonov 225 é capaz de levar pouco mais de 200 toneladas de cargas em uma única viagem. O recorde de maior quantidade transportada também é dele, com aproximadamente 253,8 toneladas transportadas. 

Apelidada de Myria, hoje é uma aeronave extremamente importante para a Antonov. Ele é um dos aviões que compõe a frota da Antonov Airlines, uma subsidiaria da fabricante ucraniana que realiza transportes especiais de cargas pelo mundo todo. 

Havia um projeto para construir duas aeronaves do Antonov 225, algo que não aconteceu em 1994, devido a falta de recursos. Com 6 motores e uma envergadura de 88 metros, o maior avião do mundo exige bastante investimento para finalizar sua construção. 

Em 2012 segundo o CEO da Antonov, para se construir um AN-225 seria preciso investir cerca de US$ 460 milhões. Com os avanços tecnológicos na fabricação de aeronaves, muitos componentes e computadores com sistemas mais econômicos e avançados teriam de ser desenvolvidos fora da Rússia e a Ucrânia. 

Recentemente a China demonstrou interesse em financiar a construção do segundo Antonov 225. Depois um tempo, desistiu do projeto devido ao seu alto custo. O mesmo aconteceu com o Ministro de Estrategias da Ucrânia, que afirmou que a Turquia seria uma parceira provável na construção do avião.

Chegamos em 2021 e nenhuma das partes manifestou oficialmente seu desejo de participar do projeto do segundo Antonov 225 Myria. 

O post Empresa busca investimentos para construir segundo Antonov AN-225 apareceu primeiro em AEROFLAP.