Boeing continua interessada em desenvolver um novo avião

O projeto NMA foi a grande promessa para a Boeing substituir a linha 757, e ao mesmo tempo fazer frente ao Airbus A321neo. No entanto, a pandemia e os prejuízos com o 737 MAX e o 777X resultaram em um atraso no projeto do novo avião.

Mesmo assim a Boeing ainda aposta as suas fichas no projeto do NMA para um futuro até próximo.

David Calhoun, presidente da Boeing, disse durante uma declaração de resultados nesta última quarta-feira (27) que o projeto ainda está em andamento, com meta de concorrer com o A321XLR e substituir aviões no segmento de 200 a 300 assentos.

“Acho que você está no espaço certo com relação a onde os próximos esforços de desenvolvimento se inclinarão. Mas eu não quero chamá-lo ainda. Estamos realmente progredindo bem no desenvolvimento de uma tecnologia avançada de engenharia e manufatura para estarmos prontos quando chegar o momento de oferecer um produto realmente diferenciado. Portanto, tenho certeza de que não é muita ciência de foguete para você somar e adivinhar onde as coisas vão parar. Mas não vamos ‘chamar’ esse design por agora. Este não é o momento. Vamos demorar um pouco e não nos sentimos significativamente em desvantagem com nosso portfólio em relação ao portfólio deles.”

A Boeing disse que há dois pontos-chave para o novo avião: Uma nova tecnologia de motores e o desenvolvimento da fuselagem. A Boeing ainda está decidindo qual o melhor tipo de arquitetura para a sua nova aeronave.

Quando houver oportunidade de aproveitar novas tecnologias, principalmente de motores, que estão sendo desenvolvidas, a Boeing continuará o projeto.

Mas, para isso, a fabricante também conta com uma melhora na demanda por novos aviões. De acordo com Calhoun, apesar da Boeing ter a capacidade de apresentar um projeto disruptivo, não há demanda para isso no momento.

 

O post Boeing continua interessada em desenvolver um novo avião apareceu primeiro em AEROFLAP.