Aeronaves russas são rastreadas pela Zona de Identificação da Defesa Aérea do Alasca

Dois aviões russos TU-142 foram identificados pelo Comando de Defesa Aeroespacial Norte-Americano na Zona de Identificação da Defesa Aérea do Alasca, nesta segunda-feira (25/01).

O NORAD rastreou as aeronaves nas proximidades, mas as aeronaves de reconhecimento russas não adentram o território dos EUA nem do Canadá.

Além dos dois TU-142, foram identificados outras aeronaves como um avião patrulha marítima IL-38 e aviões antissubmarino, bombardeiros Tu-95 Bear, A-50 de alerta aéreo aproximado caças Su-35.

“O NORAD emprega uma rede de defesa em camadas de satélites, radares terrestres, radar aerotransportado e aviões de combate para rastrear e identificar aeronaves e determinar a resposta apropriada”, disse o NORAD no comunicado.

“Esta identificação deliberada e monitoramento de aeronaves entrando em um ADIZ dos EUA ou Canadá demonstra como o NORAD executa seu alerta contínuo de espaço aéreo e missões de controle aeroespacial para os Estados Unidos e Canadá.”

Esse foi o primeiro episódio de 2021, no entanto, em 2020 a USAF conduziu várias interceptações contra aeronaves russas nas proximidades.

 

 

Fonte de apoio: NORAD

O post Aeronaves russas são rastreadas pela Zona de Identificação da Defesa Aérea do Alasca apareceu primeiro em AEROFLAP.