Europa próxima de permitir volta dos voos com 737 MAX

A tendência é que na próxima semana, a Europa permita a retomada de voos com o Boeing 737 MAX. A nova certificação virá quase 2 anos após a proibição de voos com o modelo, após dois acidentes fatais.

Comemorado pela Boeing e por diversas companhias aéreas que operam o Boeing 737 MAX, a decisão ainda não agradou os familiares dos passageiros e tripulantes falecidos nos acidentes. Os parentes dizem que ainda não é o momento de retomar as operações com o modelo, segundo relata a Reuters.  

A EASA, agência europeia que regula a aviação no continente, concedeu uma aprovação de forma provisória em novembro de 2020. Nesse período realizou a analise de seus investigadores e de especialistas, além de receber diretamente algumas denuncias que foram analisadas detalhadamente.

“Analisamos minuciosamente e levamos em consideração”, disse Patrick Ky, diretor executivo da EASA. 

Alguns analistas e executivos do setor aéreo dizem que a EASA se tornou mais confiável e mais forte diante do grave cenário que FAA e a Boeing enfrentaram. A FAA inclusive foi acusada de negligência durante a certificação e aprovação do Boeing 737 MAX, relatando que não houve maiores detalhes sobre o funcionamento do MCAS.

Parte disso, a EASA determinou que ela mesma faria todas as inspeções, analises e revisões de todos os sistemas do Boeing 737 MAX. Segundo relatos, a atitude não agradou a Boeing. 

A EASA disse que as causas do acidente deveriam ser compreendidas, ocasionando mudanças no projeto do avião e reforçando todo o treinamento dado aos pilotos. Patrick acredita que todas as etapas tiveram êxito e as condições devidamente atendidas.

A partir de agora a EASA quer mais participação e mais envolvimento nos projetos de aeronaves fora do território europeu em especial nos EUA. Com o envolvimento maior da EASA, o número de avaliações deverá ter um aumento significativo.

Segundo analistas, essa atitude da EASA poderá ocasionar em um atraso na certificação do Boeing 777X. Ainda segundo os analistas, a FAA poderá também realizar um maior número de analises com os projetos realizados pela Airbus. 

O post Europa próxima de permitir volta dos voos com 737 MAX apareceu primeiro em AEROFLAP.