Air Canada vai voltar a voar o 737 MAX no dia 1º de fevereiro

Pouco a pouco o 737 MAX vai retomando as operações em diversos países, agora já há uma data para o Canadá: 1º de fevereiro. A Air Canada será a primeira empresa do país a retomar os voos com o modelo, o 737 MAX também faz parte da frota da Westjet.

A companhia aérea tem feito as modificações juntamente com a Transport Canadá para validar a retomada dos voos com o modelo. Além disso a própria empresa tem feito avaliações de desempenho e sobre as mudanças que foram obrigatórias no 737 MAX. 

“Estamos muito confiantes de que o processo regulatório de quase dois anos realizado pela Transport Canada e outros reguladores em todo o mundo garante a máxima segurança da frota do Boeing 737 MAX”, disse Murray Strom, vice de operações da Air Canada.

Para a retomada dos voos com o 737 MAX, a Air Canada já planejou quais os destinos serão operados inicialmente. As cidades de Toronto, Montreal, Ottawa, Halifax, Winnipeg e Edmonton irão ser os primeiros destinos operados pela aeronave que irá voltar a voar em breve.

Com 24 Boeings 737 MAX 8 na frota, a Air Canada possui ainda encomenda para mais 12 modelos. A proibição de voos com o modelo no país seguiu a mesma linha de outros países que tem o 737 MAX operando.

Foto – Boeing/Divulgação

Pouco depois dos acidentes, a Air Canada, bem como as outras companhias aéreas do Canadá e a Transport Canada, se reuniram em um grupo de trabalho para uma solução feita no Canadá”, disse Murray.

Ao anunciar a retomada para fevereiro, a Air Canada reforçou a sua confiança no modelo e nas suas atualizações. A companhia disse que realizou uma verificação profunda e detalhada em todas as partes da aeronave. 

“Temos muita confiança no futuro deste programa. Para colocar esses aviões em operação, estamos fazendo mais do que qualquer outra companhia aérea no mundo. Nossos pilotos estão fazendo mais de 40 horas de treinamento baseado em computador. Eles estão em sessões de simulador por seis sessões, ou 24 horas. Eles estão fazendo voos de treinamento no avião real, sem passageiros a bordo, de quatro a seis trechos antes de finalmente serem verificados na aeronave”. Disse a Air Canada. 

A companhia fez questão de ressaltar que fez além dos requisitos exigidos pela Transport Canadá. A empresa instalou recursos a mais para elevar a garantia de segurança operacional do 737 MAX. 

A Air Canada instalou em sua frota de 737 MAX o sistema Heads Up Display(HUD), esse sistema fornece informações aos pilotos de forma visual sem a necessidade de desviar os olhares para os painéis do avião.

 

O post Air Canada vai voltar a voar o 737 MAX no dia 1º de fevereiro apareceu primeiro em AEROFLAP.