Sriwijaya: Uma semana após acidente, investigadores continuam em busca de uma caixa-preta

Há pouco mais de uma semana publicamos sobre um Boeing 737-500 da Sriwijaya Air que sofreu um acidente na Indonésia.

O curioso caso ainda não começou a ter um desfecho claro. A equipe de buscas ainda está recolhendo destroços da aeronave, localizados a uma profundidade média de 41 metros. A busca ainda é dificultada por chuvas e ventos de 20 nós durante os últimos dias.

Entre os destroços a equipe de busca localizou nos últimos dias as placas do CVR da aeronave, mas ainda assim sem encontrar a memória do sistema que grava a voz no cockpit. Há suspeitas que a memória do CVR esteja enterrada juntamente com outros destroços do avião.

Típicas caixas-pretas de uma aeronave. A cor laranja ajuda a destacar o componente durantes as buscas, mesmo quando há pouca luz.

O impacto em alta velocidade tem a capacidade de enterrar componentes da aeronave, principalmente quando o mar é “raso”, como neste acidente. A busca pelo CVR se tornou muito mais difícil agora, pois nenhum sinal de toque está mais disponível para rastrear a unidade de memória.

Na imagem abaixo podemos conferir como ficou a parte eletrônica do CVR, que não tem a forte proteção da memória. Essa imagem serve como métrica para o público sobre a força que a aeronave impactou contra o mar no acidente.

Acidente Sriwijaya Air

Os investigadores, no entanto, tem a disponibilidade por agora de obter dados do voo pela FDR, uma outra caixa-preta que grava somente informações dos sensores e sistemas da aeronave, e já foi recuperada.

A CVR, contudo, poderia apontar outros problemas que o voo sofreu, como um acidente devido a um suicídio do piloto, e isso já ocorreu na aviação.

O post Sriwijaya: Uma semana após acidente, investigadores continuam em busca de uma caixa-preta apareceu primeiro em AEROFLAP.