Metade da frota de Airbus A380 da Qatar não irá voar novamente segundo CEO da empresa

O CEO da Qatar Airways, Akbar Al Baker, fez um anuncio sobre o futuro da frota de Airbus A380 da companhia. De acordo com o CEO, a Qatar Airways vai operar apenas a metade da sua atual frota de superjumbo. 

Atualmente a frota de A380 tem um total de 10 aeronaves, que não estão operando no momento. Desde que se iniciou a crise na aviação, diversos Airbus A380 foram retirados de operação, levando em consideração que boa parte desses não irão retornar aos céus.

O CEO não especificou quando os Airbus A380 irão retornar as operações pela Qatar, mas deu a entender que pode demorar. A Qatar tem uma frota diversificada, tanto em aeronaves Boeings para voos longos como em aeronaves Airbus. Sendo os Airbus para voos domésticos e longos internacionais.

Ao citar os motivos pela diminuição da frota de A380, o CEO fez questão de ressaltar o impacto que a aeronave traz atualmente nas operações.

“O A380 é, eu acho, uma das piores aeronaves que está voando hoje. É por isso que decidimos que não os operaremos no futuro previsível e, mesmo quando os operarmos, operaremos apenas a metade dos números que temos ”, disse Akbar Al Baker.

Em contrapartida, o executivo elogiou muito as novas aeronaves Airbus A350, em especial a versão -1000 que a companhia opera. O CEO ainda fez questão de dar uma “alfinetada” a mais, comparando a operação do A380 com o A350 dizendo que o ‘superjumbo’ tem o dobro de emissões em voos longos.

O post Metade da frota de Airbus A380 da Qatar não irá voar novamente segundo CEO da empresa apareceu primeiro em AEROFLAP.