Governo Português injetou € 1,2 bilhão na TAP em 2020

O Governo Português conseguiu concluir até o final de 2020 a transferência de um aporte total de 1,2 bilhão de euros para a TAP Air Portugal, como um montante de ajuda à companhia aérea por parte do estado, para manter as suas operações.

Os 1,2 bilhão de euros foram direcionados diretamente para o caixa da companhia aérea, enquanto a mesma queima dinheiro para sustentar a retomada das operações, até ser novamente rentável. O total da ajuda pode ser de até 3 bilhões de euros ao longo dos próximos anos.

Em 2021, a TAP deve ter ajuda de € 970 milhões do governo português.

O empréstimo é uma parte de avanço do governo na reestatização da TAP. No primeiro semestre deste ano o governo português concordou em pagar € 55 milhões para aumentar a sua participação na TAP de 50% para 72,5%. Na ocasião o governo comprou parte da participação de David Neeleman e da Azul na aérea portuguesa.

O montante deve resultar também em uma reestruturação mais profunda, para a companhia continuar recebendo ajuda estatal ao longo de 2021. Os salários devem ser reduzidos permanentemente em até 25%, dependendo dos acordos alcançados com sindicatos locais, como parte da reestruturação.

Mas mesmo reduzindo a folha de pagamento, a TAP ainda prevê a demissão de 500 dos seus 1468 pilotos.

 

O post Governo Português injetou € 1,2 bilhão na TAP em 2020 apareceu primeiro em AEROFLAP.